InícioPortal**FAQBuscarRegistrar-seConectar-se
Anuncie Conosco

Últimos assuntos
» Estou me retirando.
Ter Dez 26, 2017 5:12 pm por Noodle

» Synthwave/Spacesynth/Retrowave/Darkwave/Música Eletrônica Instrumental
Sex Dez 22, 2017 2:34 pm por Noodle

» Need Bitcoins on pay pal Precisa de Bitcoins no pay pal
Dom Dez 03, 2017 11:18 pm por Convidado

» Estou me retirando.
Sab Nov 18, 2017 11:27 pm por Tabela Verdade

» salvação é individual
Ter Nov 14, 2017 4:00 am por Noodle

» MGTOW 4Ever
Ter Nov 14, 2017 3:55 am por Noodle

» Ano 2008 corrido
Ter Nov 14, 2017 3:52 am por Noodle

» Estou me retirando.
Dom Nov 12, 2017 11:08 pm por Noodle

» O homem que é superficial e seletivo,será mesmo?
Sab Nov 04, 2017 3:35 am por Coldguy

Quem está conectado
1 usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 1 Visitante

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 11 em Seg Set 11, 2017 6:04 am

Compartilhe | 
 

 MGTOW em mídia portuguesa

Ir em baixo 
AutorMensagem
mgtowcity
Administrador
Administrador
avatar

Masculino Número de Mensagens : 224
Idade : 35
Localização : Cnetro-Oeste
Emprego/lazer : Empreendedor
Data de inscrição : 23/10/2008

MensagemAssunto: MGTOW em mídia portuguesa   Ter Set 12, 2017 12:37 am

Vou copiar e colar o texto para diminuir o acesso desse pessoal, o texto aqui está na íntegra:

MGTOW ou os homens que odeiam, desprezam e recusam as mulheres

SOCIEDADE 23.11.2016 às 15h01

Querem lutar pela soberania masculina porque acreditam que as mulheres só os rebaixam. Conheça o caminho do radicalismo antifeminista



Num mundo em que Cristina Ferreira é inflamadamente criticada depois de assumir que foi assediada durante a sua carreira, em que Donald Trump preside aos Estados Unidos depois de assumir publicamente um perfil misógino e, em que a discriminação com base no sexo existe na esfera pública, profissional e pessoal e urge lutar pela igualdade, não deixa de haver espaço para que as opções extremadas contra a igualdade ganhem expressão.

MGTOW. É esta a sigla do site que define o novo mundo dos movimentos masculinos antifeministas radicais. Significa Men Going Their Own Way, em português: Homens A Ir Na Sua Própria Direção.
É um site exclusivamente destinado a homens e na base da ideia está a revolta contra aquilo a que chamam de "tirania das mulheres" e o "Ginocentrismo" ou a prática, consciente ou não, de colocar seres humanos e pontos de vista femininos como centrais da visão de mundo.

O site, que se inclui no conceito de "homemosfera" (fóruns, blogs e sites cuja entrada é exclusiva a homens e onde se discute a masculinidade e prosperam ideias antifeministas), é recente mas o movimento atribui a si mesmo uma história longa. Consideram-se verdadeiramente à frente do seu tempo por reconhecerem esta tendência antes de tantos outros e dizem ter "aberto os olhos" para a realidade - de que o feminismo controla o mundo e escraviza os homens.

Estes homens acreditam que as mulheres são um inimigo , na verdadeira lógica da guerra dos sexos, e recusam, na generalidade, qualquer tipo de relações com mulheres.

No site podemos encontrar de tudo. Desde citações de homens da história que usam em favor do movimento a memes que apontam as mulheres como prostitutas interesseiras. Publicações expressamente contra o género feminino também não faltam: "Se nos chamarem para jurados de um julgamento, devemos atuar unicamente guiados por um preceito: os homens são inocentes e as mulheres são culpadas" diz, segundo BBC, um participante anónimo num dos fóruns.

REGISTE ALGUMAS DAS FRASES QUE DEFINEM O MOVIMENTO:
- "As mulheres são o nosso inimigo. Os homens estão sob ataque", diz um dos membros mais ativos do movimento que escreve sob anonimato, como fazem quase todos.

- "Se o MTGOW é fogo, então provavelmente o feminismo é gasolina", pode ler-se na secção "História" do site

- "Não acredito que possamos falar em grandes invenções criadas por homens casados. Esteja sozinho, esse é o segredo da invenção. Esteja sozinho, é assim que as ideias nascem", apropriam-se desta citação de Nikola Tesla (1856-1943) na secção "História" do site

- "Uma mulher a dar um conselho é o equivalente a manter as portas de Auschwitz abertas", pode ler-se na secção "Quotes" exclusivas por um participante anónimo que usa o pseudónimo MG-Tower

- "Evitem ter uma parceira. As relações entre homens e mulheres levaram a uma situação de guerra. Porque confraternizarias com o inimigo?", diz mais um comentário anonimo no site do MGTOW

- "Queremos enfrentar uma sociedade que atua ativamente contra nós", diz um dos fundadores que se identifica como Solaris e que em 2001 desenvolveu um manifesto para a comunidade

Autointitulam-se como a manifestação da palavra: "não", rejeitando preconceitos e definições culturais daquilo que o "homem" é. Recusam curvar-se, servir ou ajoelhar-se perante a possibilidade de serem tratados como descartáveis. O grande objetivo: lutar para recuperar a soberania masculina.

A comunidade de discussão no Reddit tem mais de 15 000 subscritores e estes fóruns são, no fundo, discussões sexistas que tanto exploram a fundo as teorias antifeministas como a questão "porque é que as mulheres estão a ficar mais gordas?".

No site podemos encontrar wallpapers, fundos para o ambiente de trabalho, pósteres, vídeos, áudios, testemunhos e também uma secção de aconselhamento de livros que retratam algumas das bases do movimento para os homens se informarem e o compreenderem: "The myth of male power"; "The manipulated man"; "The predatory female" ou "The war against boys", são alguns exemplos.

Os membros desta comunidade não parecem ver o feminismo como um movimento pela igualdade mas sim como um obstáculo aos direitos dos homens. Nas discussões é frequente os membros se vangloriarem por acabarem relacionamentos com mulheres que consideravam "feminazis" mas também pelas suas conquistas sexuais passadas.

Muitos destes homens recusam-se a voltar a dormir com mulheres porque se consideram as vitimas das relações e que são elas quem lhes tira todo o potencial. O grupo chega mesmo a estabelecer níveis para os homens procurarem atingir: no nível zero, os homens compreendem que o feminismo é um inimigo e que as mulheres são umas mentirosas manipuladoras; no nível 1, decidem nunca mais se envolver em relações que envolvam sentimentos em relação a mulheres, apenas de cariz sexual; no nível 2 até o sexo é banido e, no nível, final o homem deverá, enfim, estar totalmente iluminado.

Quanto aos simpatizantes, o escritor Richard Ford é das poucas figuras públicas que abertamente apoia o movimento. "Quero ser livre. Como sou solteiro só tenho de pagar os meus gastos. Depois do trabalho não tenho uma lista de coisas para fazer", diz Ford que chega a confessar que não socializa com mulheres.

O movimento não faz qualquer referência a problemáticas de género, como feminicídios que, com alguma frequência, fazem manchete nos jornais internacionais ou à discriminação, às diferenças salariais, etc.

DADOS CURIOSOS E INCOERÊNCIAS:
- Apesar do ódio relativamente às mulheres, o MGTOW também se posiciona contra a homossexualidade e aponta-a como principal razão para o sucesso do feminismo

- Embora o movimento defenda a bravura da masculinidade, esconde a identidade do fundador

- Os utilizadores tanto se revoltam contra as mulheres que fazem uma carreira de sucesso como contra as que vivem dos salários dos maridos

- O botão para o log in no site tem a imagem de um homem e o botão de saída de emergência a imagem de uma mulher. Ao pressioná-lo somos direcionados para uma página com o título "Look how cuuuute" com várias fotos de gatinhos e termina com uma noticia baseada num artigo da IFLscience intitulada "Notícia de ultima hora: Parasita dos gatos ligado ao desenvolvimento de doenças mentais nos seus donos". Referindo o nome de Liz Jones, uma feminista que vive com 17 gatos

- Ao inscrever-se no site o homem tem de aceitar os termos de acesso que incluem os seguintes requisitos: "sou um homem de pelo menos 18 anos e honro a minha palavra. Estou a juntar-me ao grupo pelas razões certas, tenho intenções positivas, compreendo que ser membro é um privilégio e tenho um conhecimento sólido do MGTOW".

Fonte: http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2016-11-23-MGTOW-ou-os-homens-que-odeiam-desprezam-e-recusam-as-mulheres
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://error361.gogoo.us
Pindaibacabano
MGTOW Nível 1


Masculino Número de Mensagens : 38
Idade : 35
Localização : Africa
Emprego/lazer : vagabundo
Data de inscrição : 11/09/2017

MensagemAssunto: Re: MGTOW em mídia portuguesa   Sab Set 16, 2017 7:08 am

.


Última edição por CanoaFurada em Sab Dez 23, 2017 1:24 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
mgtow
Bluepill


Masculino Número de Mensagens : 18
Idade : 48
Localização : Brazil
Emprego/lazer : Executivo
Data de inscrição : 21/09/2017

MensagemAssunto: Re: MGTOW em mídia portuguesa   Qui Set 21, 2017 3:27 am

eu só lí o título, o resto, pouco importa.

Não se pode esperar muita coisa da mainstream.

Como diria o trump

feiqueee nius
Voltar ao Topo Ir em baixo
mgtow
Bluepill


Masculino Número de Mensagens : 18
Idade : 48
Localização : Brazil
Emprego/lazer : Executivo
Data de inscrição : 21/09/2017

MensagemAssunto: Re: MGTOW em mídia portuguesa   Qui Set 21, 2017 3:32 am

CanoaFurada escreveu:
Este é apenas o começo da filosofia com a reação mais poderosa contra as mulheres: o boicote.

Tens completa razão.

Vejo que é algo muito novo, ainda poucos no brasil conhecem. Não vejo como uma filosofia, vejo como uma mera resposta ao que vem acontecendo nos últimos tempos.

No brasil ainda tem aquela ideia de que "nem todas as mulheres são iguais", mas aos poucos o povo está percebendo que pouco importa se as mulheres parecem diferentes, na hora que elas quiserem, as leis feministas estão lá pra mandar o cara pra cadeia depois de uma ligação, ou obrigarem os homens a pegar pensão alimentícia e garantir que elas não precisem mais trabalhar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: MGTOW em mídia portuguesa   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
MGTOW em mídia portuguesa
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Liga Totobola 2012 - Semana 30/2012
» Calendários da 1a Liga e Liga de Honra para a época 2011/2012

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: MGTOW (ABERTO)-
Ir para: